A LIÇÃO POR TRÁS DO CORONAVÍRUS

Eu sabia, sem dúvida, que algo negativo estava se formando nos últimos anos, porque a divisão e a desunião estavam em níveis de Guerra Civil, mas desta vez isso foi feito através do poder da fala humana e não das armas. Eu dizia à minha esposa que algo iria explodir.

Veja: a fala, de acordo com o Zohar, tem o poder de alterar a realidade, porque a fala é a manifestação e a vestimenta da consciência humana e a consciência cria a realidade. Ponto final. 

Se não aprendermos a lição de nossa desunião e indignidade um com o outro, os julgamentos serão severos. E ainda mais severos.

Tivemos a chance de alcançar uma união duradoura após o 11 de setembro.

Durou uma semana.

Todos experimentaram a incrível unicidade depois que as Torres gêmeas caíram, mas ninguém mudou. O interesse próprio e o comportamento reativo egocêntrico assumiram o controle.

Agora estamos pagando o preço.

Agora, preste muita atenção: se mudarmos agora SÓ porque estamos com medo do vírus e assustados por incerteza e pânico verdadeiros, isso NÃO ajudará. Deve haver uma mudança verdadeira. De dentro. Para com os outros. Para o bem. Para um efeito duradouro.

Precisamos de uma elevação genuína da consciência humana, onde percebamos que a vida não consiste em vencer debates e batalhas e argumentos contra outras pessoas. Esse é o teste por que viemos passar. Essa é a aposta do tolo.

Em vez disso, a vida se trata de aprender a arte de se unir a pessoas que têm opiniões opostas sobre a vida. Porque se Deus, se a Luz são verdadeiramente infinitos, então ambos os lados estão incluídos na Luz infinita. Portanto, o verdadeiro propósito da vida na Terra é elevar-se acima do ego e encontrar um terreno comum e dignidade para com os outros. Devemos concordar em discordar e saber que há uma verdade superior, além de nossas próprias opiniões limitadas e aferradas.

Simples assim.

Estamos aqui para aprender como tratar, com dignidade, alguém que é totalmente oposto a nós em suas crenças, opiniões, visões e interesses. Ponto final. Não convencê-los. Não vendê-los. Não derrotá-los.

É por isso que, tanto para cristãos como para judeus, o único preceito que os antigos kabalistas dizem que viemos aprender é Amar o Próximo Como a Si Mesmo.

Mas, em termos ainda mais simples, os kabalistas dizem, na verdade, que preceito pelo qual devemos viver é aquele que simplesmente diz: “Não faça aos outros aquilo que não gostaria que fizessem a você”.

É isso.

O verdadeiro amor pelos outros SÓ virá quando o Oponente, dentro de nós, for derrotado e o paraíso e a imortalidade biológica chegarem. Chamamos a isso de Messias.

Devemos libertar o Messias dentro de nós, para que o Messias externo chegue. O Messias que significa simplesmente: não deixar o ego decidir sua felicidade e obrigar você a tratar os outros com nada menos que a dignidade humana.

Quando cumprirmos essa tarefa simples (mas não fácil), o mundo se transformará diante de nossos olhos. Esse comportamento desencadeará milagres em todo o planeta.

Dignidade simples. Gentileza simples. Controle simples sobre o próprio comportamento reativo.

Eu sei. É simples demais. Detestamos a simplicidade. Nosso ego prefere discursos complexos e complicados sobre o significado da vida e a natureza da realidade e os melhores sistemas políticos para governar o planeta, e assim por diante.

Mas é simples assim. Viemos para nos dar bem uns com os outros.

Judeu e muçulmano. Cristão e judeu. Hindus, budistas e todos os outros grupos espirituais, religiosos ou não-religiosos deste grande planeta verde.

Da mesma forma que o corpo humano é constituído por diversos órgãos, cada um desempenhando diferentes funções para criar um ser humano saudável (livre de vírus), cada nação, cada religião, cada partido político, cada opinião na Terra faz parte dos diversos “órgãos” que compõem o corpo da humanidade.

Quando há fraturas em nossos relacionamentos com nossos colegas humanos, isso é um sistema imunológico enfraquecido e fraturado.

E então vêm as pandemias globais. 

Perca o medo, perdendo o ego. 

Comece a se importar com o seu concorrente em vez de tentar esmagá-lo, porque ele é outro membro e órgão do mesmo corpo cósmico que você. 

Não tem como você estar no medo quando está ajudando os outros. Quando você está se esforçando para melhorar um relacionamento quebrado ou competitivo.

Faça isso, e todos seremos envolvidos pela verdadeira Luz resplandecente, pelos milagres e  pela paz, e tudo fluirá pelo mundo inteiro.

Ficaremos tão felizes, contentes e alegres que não saberemos o que nos atingiu.

(Agora o ego tentará fazer com que você duvide dessa verdade). 

Arregace as mangas e comece a trabalhar em como ser um ser humano… para com seus amigos e desafetos em sua vida pessoal.

Compartilhe isso para que possamos mudar tudo.

Webinar Gratuito com Billy Phillips

Em um webinar gratuito, Billy compartilha algumas ideias e insights poderosos sobre o motivo pelo qual os ensinamentos secretos de Jesus estão surgindo neste momento da história. Billy também compartilha a resposta revelada pelos Kabalistas, incluindo uma seção censurada do Zohar que foi deletada na Idade Média.

Não enviamos nenhum SPAM. Você pode se desinscrever a qualquer momento. Powered by ConvertKit

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*