[parte 23] TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER SOBRE A VIDA

ZOHAR-SET

9 de janeiro de 2014
parte 23 da série 

Aqui estão as doses de sabedoria tão profundas e intensas quanto simples, curtas e doces. Esta é a sabedoria das eras, a mais antiga sabedoria na Terra, a sabedoria que não apenas nos dá conhecimento, mas também eleva a alma e nossa consciência, o que nos faz mais puros, limpos, iluminados e profundamente contentes.

1. Quando as tábuas de Moisés quebraram, o poder e a realidade da imortalidade se perderam.Cada Zohar é uma parte do poder que foi perdido quando as tábuas quebraram. Cada Zohar compartilhado gera uma faísca de imortalidade. Quando nós compartilharmos Zohars suficientes, nós iremos restaurar o reino da existência imortal. Tudo se resume no Zohar. E sempre se resumiu.

2. Em 1558, o Vaticano estava queimando Talmuds, Torás, Bíblias Protestantes e Alcorãos. No entanto, como prova do poder do Zohar, o Papa Paulo IV autorizou a primeira de todas as impressões do Zohar, enquanto 12.000 livros religiosos estavam queimando nas cidades de Cremona e Mantua. Os Rabbis da Itália tentaram se opor à impressão.

3. Existem somente duas maneiras de apreciar: perder o que nós temos e sofrer a mágoa e a dor ou apreciar proativamente as nossas bênçãos, quando o nosso ego nos faz reclamar ou perseguir coisas materiais, atenção e elogios.

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>