A KABBALAH PERIGOSA

Zohar en español-640-0

Alguns dizem que a Kabbalah é perigosa.

E ela é.

Mas apenas quando é ensinada por aqueles que não foram devidamente autorizados por um mestre Kabalista a ensinar e compartilhar essa sabedoria.

Rabbi Shimon diz no Zohar que se você aprende a Kabbalah com alguém que não é um verdadeiro Kabalista, alguém que não é um rabino com todo o mérito, autorização, documentos e a ordenação rabínica e Kabalística para ensinar, então esse indivíduo na verdade está trazendo escuridão para todo o mundo – uma escuridão além do que possamos imaginar. Isto é o que está escrito no Zohar. E é muito assustador. Precisamos levar em conta que há apenas uma linhagem de Kabalistas.

Sempre houve apenas uma linhagem de Kabalistas.

Ao longo dos séculos, muitos estudantes egocêntricos abandonaram o seu professor de Kabbalah e começaram suas próprias “escolas”. Os nomes desses falsos mestres foram esquecidos ao longo da história, e apenas os nomes daqueles que fazem parte da linhagem verdadeira dos Kabalistas é que permaneceram. Mas, em cada geração, os mesmos estudantes egomaníacos trazem a escuridão para o mundo novamente. Isso acontece na nossa geração com pessoas que sequestram e roubam os ensinamentos que aprenderam com os Kabalista Rav Berg e Karen Berg e começam suas próprias “escolas” para o bem de sua própria honra, para sua própria satisfação e seu próprio interesse oculto.

Os verdadeiros Kabalistas são sempre chamados de charlatões e mercenários pelos falsos e pela tradição corrupta. Esse tem sido o astuto e o habilidoso padrão que se apresenta ao longo da história e é por isso que as labaredas do ódio queimaram no mundo durante vinte séculos. Tudo esta ao contrário. O que é vazio, inútil e temporário é valorizado no mundo e o que é verdadeiro, inestimável e eterno é ridicularizado pelos enganadores que lucram com a nossa dor.

Esses falsos professores de Kabbalah criaram a escuridão e a infundiram no mundo. Essa escuridão, de acordo com o Zohar, é o que causa a morte das pessoas no mundo.

Sim, esta é uma verdade dura, provocante e contundente. Mas são as palavras do maior Kabalista da história, Rabi Shimon, e ele escreveu isso no Zohar, o que significa que esta verdade é um verdadeiro raio de Luz. O Zohar diz que é um pecado absoluto deixar seu professor Kabbalah e ensinar sem a sua permissão, devido ao perigo que isso causa ao mundo.

Isso é o que o Zohar ensina sobre esse pecado:

 “Rabi Shimon disse a todos os amigos do grupo, peço-lhes, não proferir nenhuma palavra da Torá que você não tenha ouvido de uma “grande árvore” (um Kabalista versado) e não tenha aprendido corretamente. Dessa maneira vocês não poderão ser a causa do … assassinato sem razão de uma multidão de seres humanos! ” 

O Zohar continua:

“Esse é o pecado que mata os seres humanos. E quem causou tudo isso? Esse discípulo – o aluno de Kabbalah – que não ganhou o direito de ensinar, mas o faz. Assim, que o Misericordioso nos salve a todos!”

Como o Kabalista Rav Berg sempre me ensinou, a Kabbalah é um caminho sério e não podemos maltratar esta sabedoria ou “mexer” com a Luz do Criador. Não podemos nos dar ao luxo de aproveitar esta sabedoria de maneira leviana ou casual. Apreciação e cuidado para com os nossos verdadeiros professores e com essa sabedoria é o que irá assegurar que permaneçamos no caminho certo.

Tenha em mente que isso não se refere aos estudantes que compartilham Kabbalah com amigos, familiares, colegas e o mundo. Isso se refee a uma pessoa que se apresenta como um Kabalista e líder genuíno e ensina a Kabbalah para as massas. Isso se refere aqueles que assim fingem sê-lo.

Compartilhar a sabedoria e a Luz é do que se trata a Kabbalah. Mas para compartilhar, devemos estar alinhados com a verdadeira linhagem, com o Kabbalah Centre, com o Kabalista Rav Berg.

Porque é dessa forma que atraímos as nossas próprias bênçãos.

Quando ensinamos Kabbalah aos nossos filhos, a compartilhamos com nossos amigos e passamos as pérolas da sabedoria para os outros, temos vinte séculos de Kabalistas que fluem através de nós porque nós nos consideramos aluno do Kabbalah Centre, aluno do Rav Berg. Este é o presente mais precioso que podemos dar aos nossos filhos, amigos e colegas, quando nós compartilhamos. Imagine que, quando nós compartilhamos esta sabedoria com a família ou amigos, é como se o Rav estivesse ali com a gente, falando através da gente, o que significa que também estão Rav Brandwein, Rav Ashlag e Rabi Shimon bar Yochai.

Este é o presente que recebemos quando nos alinhamos e nos conectamos à verdadeira linhagem e aos mestres do caminho kabalístico.

Não se engane.

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

6 Responses

  1. Agnaldo Carneiro diz:

    O problema aqui é que a maioria dos estudantes de Kaballa nao ter acesso a esta linhagem,deficultando levar este ensinamento ao Mundo.

    • Billy Phillips diz:

      isso não é um problema, pois os ensinamentos da Kabbalah Centre estão disponíveis em todo o mundo, ou on-line, ou através de estudo em casa por meio de de livros, áudio e vídeo, e através de apoio ao estudante com professores que podem ser alcançados por qualquer pessoa ao redor do mundo.

  2. altamiro paiva diz:

    Muito esclarecedor. Podemos compartilhar o que aprendemos não como um mestre Cabalista, como um estudante do processo, e dentro da linhagem do nosso Rav Berg. Shalom!

  3. Eliane diz:

    Muito interessante estas informações, mas como podemos saber quem é falso?? Tem algum local, ou site com nomes dos que são confiaveis???
    Shalom

  4. Mto esclarecedor esse depoimento
    Só tenho que agradecer

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>