PAPA APROVA O ZOHAR

O Zohar é a autêntica semente da Torá, do Novo Testamento e do Corão, “o” livro, o corpo de de uma sabedoria e uma fonte divina de energia que acabará com todos os conflitos, dor e morte neste mundo. Ele irá até retirar as dúvidas e o ceticismo que nos fazem zombar da idéia do fim da dor e da morte.

No ano de 1558, o Kabalista Rabbi Isaac de Lattes decidiu realizar uma tarefa histórica – imprimir o Zohar em forma de livro pela primeira vez na história. O Papa Paulo IV autorizou a impressão deste primeiro Zohar. Antes disso, o sagrado Zohar existia apenas em forma de manuscrito pois a imprensa só havia sido inventada no século anterior.

 

 

De Lattes sabia que compartilhar os livros do Zohar faria com que a transição da morte fosse agradável ao invés de dolorosa para as pessoas, além do que podemos ousar imaginar. E, mais importante, o Zohar finalmente erradicaria a morte da paisagem da existência humana. Como? Ao unir as grandes fés do mundo através do poder místico e da sabedoria do Zohar. Ao longo da história, Muçulmanos e Cristãos e verdadeiros Israelitas abraçaram a Kabbalah e o Zohar. No entanto, curiosamente, os Rabinos da Itália se opuseram a De Lattes e ao Papa. Agora siga a leitura atentamente. Esta foi uma época em que Roma estava queimando livros Judaicos e Bíblias protestantes. 12.000 livros foram queimados nas ruas de Cremona e Mantua. Mesmo assim, o Papa ainda permitiu a primeira impressão do sagrado Zohar, um deslumbrante e surpreendente fato histórico que nos dá um vislumbre da capacidade  do Zohar de transcender todo o ódio e conflito.

No entanto, os Rabinos tentaram impedir o Zohar de ser impresso e compartilhado com o mundo. Extraordinário! O Kabalista Rabbi Isaac de Lattes escreveu o seguinte dentro do primeiro Zohar impresso na história humana:

“Que a mão do governo que reina sobre nós com grande
sabedoria não nos tocara ou  nos prejudicara [os Kabalistas] é explicado apenas pelo fato de que o governo tem a boa intenção de retirar os espinhos e expressões cruéis que provocam hostilidade entre cristãos e judeus. Mas aqueles  rabinos – os que se opõem ao Zohar – que desejam extirpar tudo são os verdadeiros destruidores do mundo ”

— RABBI ISAAC DE LATTES

Quinhentos anos depois, a situação permanece a mesma. Um punhado de indivíduos egocêntricos se opoem aos Kabalistas, ao Zohar e à verdade.

Uma razão e o caminho para a paz mundial e imortalidade é através da morte – a morte do ego!

E então a Luz da imortalidade e o paraíso vão brilhar sobre toda a humanidade. Essa é a promessa.

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

2 Responses

  1. Luminna Crystal diz:

    Gratidão eterna , Billy Phyllips , pelo compartilhamento de tão valiosos conhecimentos
    Um Abraço Fraterno!
    Crystal

  2. jonas maiel diz:

    Obrigado por compartilhar.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>