NASA encontra uma provável nova Terra

kepler186f_artistconcept_2

A NASA acabou de anunciar que eles encontraram o primeiro planeta do tamanho da Terra capaz de sustentar vida. Super Terra – ou oficialmente Kepler 186f. Antes disso, eles encontraram uma “super Terra” que é muito maior que nosso planeta.

Então, o que está realmente acontecendo aqui? Por quê a NASA está encontrando todos estes planetas com potencial para suportar vida humana?

Vários estudantes de Kabbalah me perguntam sobre a possibilidade de vida em outros planetas. E por quê agora, após tantos anos de exploração espacial, eles finalmente encontraram estes surpreendentes planetas com potencial para suportar vida humana?

Então, o que realmente está acontecendo aqui?

Muitos alunos de Kabbalah perguntam sobre a possibilidade de vida em outros planetas. E por que agora, depois de tantos anos de exploração espacial, eles de repente encontraram este espantoso planeta com potencial para a vida?

De acordo tanto com a física (a visão biocêntrica) quanto Kabbalah, todo o universo é apenas uma ilusão do que existe dentro de nossas mentes. Todo o cosmos é um fenômeno que ocorre em nossa própria consciência coletiva. A Super Terra é realmente a nossa terra. É um vislumbre e reflexão do nosso próprio planeta representando a possibilidade do que o nosso mundo se tornará quando o chamado “Messias” chegar e o mundo for transformado em uma realidade de verdadeira realização, paz e existência imortal.

 

Os cientistas estão apenas tendo acesso ao estado metafísico da existência, que é a chegada iminente de existência imortal e do mundo do paraíso – o nosso destino. Os kabalistas dizem-nos que a ciência sempre nos oferece uma reflexão física do que está acontecendo no reino espiritual.

Estamos próximos de alcançar um mundo de paraíso graças a divulgação do Zohar e é por isso que os cientistas “de repente” encontraram a Super Terra.

Somos nós.

O universo inteiro somos nós.

Dentro da nossa mente.

Existindo dentro de nossa própria consciência.

E não se enganem, ao diminuir o ego, toda a idéia de uma super terra e de um verdadeiro paraíso chega mais perto de se tornar nossa nova realidade.

E apesar do que o ego nos diz, não há realmente nada lá fora. O cosmos inteiro é uma projeção mental. Todos os planetas e galáxias são reflexos das dimensões da consciência que os Kabalistas chamam de Sephirot. O universo “lá fora” é um espelho das dimensões interiores, o que é o segredo da afirmação do Zohar “como acima, da mesma forma abaixo”.

A NOVA REALIDADE

A Kabbalah explica que, quando a nova realidade chegar, o nosso planeta mudará a sua dimensão física, ampliando-se para acomodar a chegada da existência imortal. As pessoas serão saudáveis e jovens como se estivessem em seus 21 anos de idade, para sempre.

As fronteiras da Terra de Israel se estenderão para incluir todo o planeta. No entanto, o Messias só chegará quando as pessoas individualmente alcançarem um estado pessoal de Messias dentro de si mesmas. Uma vez que uma massa crítica e um número específico de pessoas alcançarem esse estado pessoal e individual, só então o Messias mundial aparecerá como um selo – uma marca, e não um salvador. O Messias é uma marca que confirma que nós, o povo, alcançou a verdadeira transformação de nossa própria natureza, e por sua vez, o nosso planeta.

Após alcançar este estado de Messias, haverá mil anos de paraíso na Terra, de acordo com a Kabbalah. A razão para isso é porque a alma, nosso verdadeiro eu, nunca poderia ter atingido essa tranformação sem a ajuda do corpo.

Por quê?

Os opostos não podem co-existir na realidade espiritual. A Luz é uma força de compartilhar. Nós, o recipiente, as almas coletivas da humanidade, estamos recebendo força. Assim, não podemos co-existir com a Luz em um mundo de consciência e energia espiritual.

Mas em uma realidade física, você pode unir tanto a força positiva de compartilhar (+) quanto a força negativa de receber (-) em uma entidade física; da mesma forma que uma bateria e um ímã contêm duas cargas opostas. O corpo, portanto, nos permite transformar nossa carga negativa (o ego) em uma carga positiva por meio de nossas difíceis ações de compartilhar e ao diminuir o desejo egoísta do ego e transformá-lo em um poder de compartilhar.

Uma vez que esta transformação estiver completa, o ego se tornará uma força de compartilhar, idêntico à Luz. Agora ambos podem co-existir no reino espiritual, para sempre.

Em outras palavras, ao invés de viver nossas vidas dedicados a realizar nossos próprios sonhos, usaremos nossos corpos e ego e talentos para tornar os sonhos de outras pessoas realidade. E o resto do mundo se dedicará a tornar os nossos sonhos realidade.

Esse é o segredo. Essa é a verdadeira Super Terra.

É um reino onde todos canalizamos todo o prazer, conhecimento e alegrias da vida, que incluem o mundo da arte, cultura, tecnologia etc, para o bem de compartilhar com os outros e não para um ganho egoísta pessoal.

É o corpo que nos permite atingir esta dramática e brilhante mudança  e, portanto, o corpo recebe uma recompensa de mil anos de felicidade além da nossa imaginação. Se nós formos gananciosos e astutos o suficiente, poderemos entender que o verdadeiro compartilhar paga grandes dividendos. Apenas os truques do nosso ego nos leva a acreditar que o egoísmo é uma coisa boa. Egoísmo, na verdade, traz apenas prazer temporário, ao preço da morte inevitável. Que proposta ruim e torpe.

O compartilhar infinito, por outro lado, e ser a causa da felicidade de outra pessoa é o que traz a existência imortal e uma nova Super Terra que vai transbordar de alegria e prazer além da nossa compreensão atual.

Após este período de mil anos, todas as almas, então, voltarão para o reino do Infinito, um estado de pura consciência, que é muito mais real e autêntico do que esta realidade física. É claro que não podemos vislumbrar ou imaginar isso agora. No entanto, isso é o que está reservado para a humanidade, de acordo com o Zohar.

O fato de a NASA encontrar a Super Terra, e agora, outro planeta do tamanho da Terra e com capacidade de hospedar vida humana, é um sinal que estamos nos aproximando.

O caos no mundo, a violência, a negatividade, a fome, as doenças, os genocídios, os conflitos, os desastres naturais são sinais de que estamos chegando perto. O Zohar diz que o caos e bênçãos existirão lado a lado no Fim dos Dias, exatamente antes da chegada da imortalidade, do Messias e da paz mundial.

Se nós abraçarmos o Zohar, as promessas do Zohar, estaremos do lado das bênçãos porque o Zohar é a arca da nossa geração e a Árvore da Vida onde nenhuma escuridão ou caos podem penetrar.

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>