Proteção durante Julgamento

A poliomielite está fazendo o maior retorno da história humana. A mudança climática ameaça a civilização. O vírus ebola está erguendo sua cabeça feia. Rússia e os EUA, Israel, Irã e a Autoridade Palestina, junto com Coreia do Norte e o resto do mundo estão  ampliando as tensões e aumentando o potencial de conflito catastrófico. O vício em heroína está devastando os EUA. A pobreza é encontrada em todo o mundo de forma que nunca imaginamos chegar a esse ponto. O racismo, a intolerância, crime, doença e desastres naturais estão em ascensão. Luas de sangue e outros sinais apontam para tempos sinistros. Sim, isso soa como fanático, alarmista mas olhe ao redor.

O ponto aqui não é para assustar. Pelo contrário, a intenção é apontar uma forma de  solução.

Há uma forma de evitar todo tipo de calamidade neste mundo. Existe uma maneira de nos proteger dos estragos do mal, da guerra e do genocídio ou de qualquer outra forma de escuridão.

Basta olhar para a grande escuridão do século XX em que 50 milhões de pessoas morreram, incluindo 6 milhões de judeus.

Assista ao vídeo abaixo e veja como os sefarditas encontraram  proteção durante a maior escuridão de nossa era.

Essa proteção está disponível para todos.

A ORIGEM DOS SEFARDITAS

A maioria das pessoas associam o termo “sefardita” a pessoas que vieram da  Espanha. Não é verdade. Um equívoco total e um erro. A única razão pela qual a palavra “sefardita” está ligado à Espanha é porque o Zohar foi revelado publicamente na Espanha, no século XIII, pela primeira vez na história.

O que nos leva a uma pergunta: Qual é a conexão entre o Zohar e o termo “sefardita”? A resposta tem sido mantida em segredo desde os tempos bíblicos. Literalmente. E a maior parte do mundo sofreu por causa disso. E qualquer um que tente dizer o contrário vai apenas prolongar o sofrimento do mundo. Então, o que se segue é um antigo segredo conhecido apenas pelos kabalistas e que agora está sendo tornado público pela primeira vez na história. Os adversários da Kabbalah não serão mais autorizados a evitar que estas verdades sejam reveladas publicamente.

Você está pronto?

Aqui vamos nós:

Há quatro níveis para entender o significado do pergaminho da Torá e da Bíblia. Em hebraico, estes quatro níveis são conhecidos como:

1. P’shat (significado literal das histórias bíblicas) 
2. Remes (dicas e alusões sutis em cada história)
3. D’rush (Uma interpretação da história, como o Talmud)
4. Sod (Os verdadeiros segredos místicos da Torá revelados no Zohar)

 Se você pegar a primeira letra de cada palavra hebraica (P.R.D.S.) você forma  a palavra PARDES.

Isso significa paraíso ou pomar. Esta é a forma tradicional de aprender a bíblia entre a maioria dos judeus. Em outras palavras, você começa com o significado literal e, em seguida, avança lentamente para o  mais profundo.

Só que há um problema. Bem grande. Rabbi Shimon bar Yochai, o autor do Zohar, diz que quem lê a Bíblia literalmente é um idiota e que teria sido melhor se essa pessoa nunca tivesse nascido. Palavras dele, não minhas.

Os kabalistas, por outro lado, dizem que devemos começar com a alma interior, os segredos da Bíblia, que é o Zohar, pois isso vai trazer as pessoas comuns, incluindo  os canalhas, ladrões, pecadores, patifes e pessoas honestas simples, de volta à verdade, de volta para a fonte de toda a Criação… a Luz do Criador!

Agora observe o seguinte:

Se reorganizar a ordem dos quatro níveis e passar a palavra hebraica “segredo” (SOD) para o de nível superior, a palavra  PARDES transforma a palavra SEFARAD em hebraico.

Sefarditas são aqueles que abraçaram o Zohar PRIMEIRO!

Eles são as pessoas que não se limitam a um significado literal da Bíblia; pessoas que não têm tempo para sentar-se em uma escola religiosa e estudar interpretação bíblica.

O Zohar é para as pessoas normais, que podem estar longe do Criador, porque eles viram a corrupção da religião; eles viram os ritos e rituais, sem qualquer explicação e a fé cega, o que levou a nada, além da  guerra e do derramamento de sangue ao longo da história humana. É para pessoas fartas da mesma resposta ignorante quando perguntam por que realizar certos rituais e ritos associados com uma religião: “Porque está escrito”.

Sefardita refere-se a pessoas que têm o desejo de se reconectar com a verdade e com a realidade escondida chamada de  99% (porque 99% da realidade existe lá) que é a fonte da imaginação humana e de toda a alegria,  felicidade, cura e vida. O Zohar promete, garante e assegura que aqueles que o abraçam com um coração puro e dedicação genuína, receberão bênçãos, proteção, boa sorte e a transformação de sua alma.

Vai ser doloroso para o ego por um tempo. Às vezes verdadeiramente doloroso para o ego. E haverá obstáculos e testes. A cada passo do caminho. Mas os desafios só irão provocar o ego interno – o adversário – em vez de criar dor em seu emocional, sua alma ou sua  vida familiar. Não é uma troca ruim.. Especialmente nestes tempos perigosos.

Agora você sabe o segredo: Qualquer um que abraça e acolhe o Zohar em sua vida é chamado de sefardita . O povo da Espanha, Marrocos e Tunísia foram exemplos de pessoas que abraçaram o Zohar. Os judeus da Europa Oriental, em sua maior parte, desprezaram o Zohar.

Na década de 1930, o kabalista Rav Yehuda Ashlag, enviou uma carta aos principais rabinos da Europa advertindo-os de que “existe uma nuvem negra pairando sobre os judeus europeus.” Essas foram suas palavras exatas. Rav Ashlag disse que esta escuridão era “Diferente de qualquer escuridão na história”. Ele pediu que os rabinos para distribuíssem  o Zohar toda a Europa.

Ele foi ridicularizado.

Enquanto isso, no Marrocos, em Casablanca, havia pelo menos cinco locais onde o sefarditas escaneavam e cantavam Zohar 24 horas por dia em equipes de revezamento. Isso foi antes do início da guerra.

A SOLUÇÃO FINAL REAL

Como kabalista Rav Berg disse uma vez “Há uma solução definitiva para o caos. É o Zohar.”

Todos os kabalistas da história nos dizem que se não usarmos esta solução final, em seguida, uma solução final vai ser usada contra nós.

Vamos agora voltar no tempo e vislumbrar  um profundo e impressionante  milagre que aconteceu no Marrocos, através do poder do Zohar durante os dias mais sombrios do século XX – a Segunda Guerra Mundial.

(escolha a legenda em português)

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

2 Responses

  1. winckler Jorge diz:

    Sou de 2º geração nascida no novo continente, meu avo Paterno nasceu no Navio vindo para o Brasil, saindo da Alemanha ..tenho um TORA em português e outra em Aramaico, Hebraico e Português da Editora Zefe, mas não sei por onde conheçar a estudar… se possível me indique …

    Shalom

    Winckler

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>