[parte 2] TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER SOBRE A VIDA

11 de dezembro de 2013

Aqui estão as doses de sabedoria tão profundas e intensas quanto simples, curtas e doces. Esta é a sabedoria das eras, a mais antiga sabedoria na Terra, a sabedoria que não apenas nos dá conhecimento, mas também eleva a alma e nossa consciência, o que nos faz mais puros, limpos, iluminados e profundamente contentes.

Aqui vamos nós:

1. Na maior parte do tempo – não todas as vezes – mas na maior parte do tempo, nós não estamos procurando pela verdade. Nós achamos que estamos, mas não estamos. Estamos procurando por fatos e evidências que deem suporte para aquilo em que nós já acreditamos ou que desesperadamente queremos acreditar. A busca pela verdade é o caminho mais difícil na vida. A capacidade de abraçar a verdade, uma vez que nós a encontramos, requer quase coragem e vontade super-humanas. Se você sabe de antemão que a verdade vai te sacudir até os ossos, você irá canalizar coragem da Luz para ouvir a verdade, e então você será capaz de viver a verdade.

2. Nós devemos acreditar em Deus para desejar servir a Deus. Um ateu nunca consideraria observar qualquer prática relacionada ao Criador sem uma crença no Criador. No entanto, nenhum de nós – incluindo os ateus – tem que acreditar no Oponente (“O poder chamado Satan”) para serví-lo. De fato, se nós realmente acreditássemos na existência dele e se nós verdadeiramente compreendêssemos o seu papel, nunca o serviríamos.

Duvidar da existência dele é a chave para a sobrevivência e para o poder dele. Olhe para o mundo. Ele está ganhando.

3. A Torá e as Bíblias das diversas religiões frequentemente nos instruem a matar nossos inimigos, incluindo homens, mulheres e crianças. As escrituras bíblicas foram projetadas como um código. O inimigo é o nosso ego. Ponto final. O inimigo são as nossas dúvidas sobre a existência do Oponente e do inimigo que vive dentro de nós (veja #2 acima).

O verdadeiro significado por trás das antigas diretivas bíblicas para acabar com nossos inimigos – homens, mulheres e crianças – na verdade significam eliminar todos os traços do nosso ego horroroso.

‘Homens’ refere-se ao princípio masculino do nosso ego. A parte de compartilhar do ego. Nós frequentemente compartilhamos em prol de obter glórias e adulações vindas dos outros. Nós queremos o nosso nome em uma placa. Queremos aplausos e reconhecimento. Nós precisamos eliminar isso e nos tornar mestres na arte de compartilhar incondicionalmente, o que significa, de uma maneira anônima.

‘Mulheres’ refere-se ao princípio feminino do nosso ego. Nós recebemos e retiramos desse mundo e de outros sem considerar as necessidades de mais ninguém.

‘Crianças’ refere-se àquela parte pequena e aparentemente insignificante do nosso ego. Estas são normalmente as partes mais perigosas. Por quê? Nós acreditamos que as pequenas infrações não são grande coisa. Errado! O Oponente primeiro nos convence a cometer pequenos atos de egoísmo, de modo que o Oponente passa despercebido e nós não percebemos que ele está agindo nesses atos. Agora ele pode entrar dentro de nós e ganhar controle sobre nós. Essas pequenas ações se acumulam, e então o nosso ego cresce e nossos comportamentos se tornam adulterados em atitudes horrorosas de ego.

É dessa forma que nós cometemos grandes e pequenas atrocidades.

Mais doses de sabedoria virão em breve.

Junte-se à nossa lista de emails

Cadastre seu email para receber atualizações e informações sobre o curso

"Jesus & Kabbalah"
por Billy Phillips

Powered by ConvertKit

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

You may also like...

1 Response

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*