Mais próximo da verdade

Pope-Francis

A verdade se revela gradualmente. Por quê? Porque as pessoas encontram dificuldade em lidar com a verdade. Assim como eu compartilhei em um artigo anterior, o maior conflito no mundo não é entre religiões, nações ou raças. O conflito mais acalorado na Terra acontece entre nós mesmos e a verdade.

Ao compartilharmos ensinamentos do Zohar e espalharmos o poder do próprio livro do Zohar, esta atitude faz brilhar a Luz por todo o mundo.  Quando você deixa brilhar a Luz, você começa a ver coisas que você não via antes.

Papa Francisco – por conta do trabalho que nós realizamos na América do Sul e por todo o globo – realizou uma profunda e surpreendente declaração que está mais próxima da verdade sobre Jesus, Deus e os ensinamentos da Kabbalah.

O Papa disse: “… Eu creio em Deus, não em um Deus Católico, não existe um Deus Católico, existe Deus e eu acredito em Jesus Cristo, a encarnação dEle. Jesus é o meu professor e o meu pastor, mas Deus, o Pai, Abba, é a luz e o Criador”.

Leia isso repetidas vezes. Pense a respeito.

Isso é o mais próximo que você consegue chegar da Kabbalah sem pronunciar as palavras Kabbalah ou Zohar.

 

Cada um de nós tem uma faísca de Divindade dentro de nós. Os maiores kabbalistas, diz o Zohar, como Rabbi Shimon, Rabbi Akiva, Rabbi Joshua (Jesus) são todos considerados como sendo “O Filho de Deus, Filho do Santo, Bendito Seja Ele”, quando eles liberam a Divindade que existe dentro deles através do poder dos ensinamentos do Zohar.

Os kabbalistas ensinam que nós somos uma parte do próprio Deus. Como uma pedra que foi talhada da montanha. A pedra é parte da mesma substância da montanha. A única razão pela qual ela é chamada de pedra e não de montanha é porque ela foi separada da montanha. Portanto, é somente um pequeno aspecto da montanha. Mas na essência, elas são um.

Os kabbalistas nos ensinam que Jesus veio para ensinar Kabbalah para o mundo pagão porque eles estavam sofrendo e estavam distantes do Criador e da Verdade. Mas Jesus ocultou a verdade dentro de parábolas e metáforas porque as pessoas não podiam digerir os conceitos de múltiplas dimensões ocultas, campos energéticos, e outras verdades kabbalísticas e científicas a respeito da realidade. A trindade, Gólgota e o Filho de Deus e a Mãe Virgem são todas palavras codificadas para as várias dimensões conhecidas com as Dez Emanações ou Dez Sefirot na Kabbalah. Este é o reino quântico que os físicos modernos de hoje em dia têm descoberto. Os kabbalistas disseram que esse reino quântico não possui tempo, espaço ou movimento e que essa realidade é feita de ondas de energia como as ondas da vastidão do mar. Essa é uma surpreendente declaração que foi feita 2.000 anos atrás.

Os Kabbalistas são professores.

Nós somos estudantes.

Mas nós devemos também nos tornar professores compartilhando a sabedoria profunda e a Luz brilhante que é o Zohar.

Quando o mundo estiver repleto de professores e estudantes, de estudantes e professores, o conhecimento de Deus e a verdade irão preencher a Terra. A Luz do Único Criador, Abba, nosso Pai, o fluxo interminável e infinito da Energia Divina irá permear nosso mundo. Então, toda a humanidade irá canalizar isso uns para os outros. Cada pessoa irá trazer os seus próprios e únicos aspectos de Luz para este mundo para criar a perfeita comunidade global. Ao invés de pensarmos que nossos talentos e dons são um resultado de nossos próprios egos brilhantes, nós iremos saber que a fonte de toda arte, música, arquitetura, cura, conhecimento, relacionamentos, paixão, entusiasmo e mesmo a própria vida é a Luz única e infinita, irradiando do Criador, animando todo o cosmos.

O Papa deu um gigantesco passo adiante quando fez essa declaração no sentido de trazer a verdade para todas as pessoas sobre quem Jesus realmente foi.

Mas cabe a nós manter a Luz brilhando no mundo. É dessa forma que nós nos tornarmos a causa da mudança. É assim que nós estimulamos mais efeitos positivos, como essa declaração do Papa.

Quando nós cuidamos do reino dos 99%, compartilhando o Zohar e as verdadeiras origens dos ensinamentos de Jesus, automaticamente eventos positivos acontecem no mundo físico do 1%.

Obrigado a Bobby Michelucci por me trazer essa citação.

E para aqueles que desejam saber mais sobre os verdadeiros ensinamentos de Jesus e sua conexão com a Kabbalah, clique abaixo:

http://estudantesdekabbalah.com/2013/01/04/palestra-sobre-kabbalah-jesus-e-cristianismo/

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

VOCÊ TAMBÉM IRÁ GOSTAR DESSES POSTS:

5 Responses

  1. altamiro paiva diz:

    O texto é rico em idéias, contudo, mesmo sendo estudante e admirador do Kabbaláh Centre, ouso não concordar com a relação a posição de Jesus no seu contexto. Kabbaláh sem Toráh, foge ao principio da unidade. Jesus no mundo cristão é visto como D-us, como o Eterno, e isso contaria o principio do ECHAD. Naõ pdemos desconhecer, que se existiu, Jesus teve um papel importante na história, porém acrescentar junto inclusive a mãe virgem, dentro da Kabbaláh é cultivar a idolatria. Shalom Alechem!

  2. Sem Nome diz:

    Altamiro Paiva, você deve se aprofundar e QABALAH e deixar de andar na superfície. A mãe virgem é um código para a sefirá de Biná que é a compreensão, Jesus um código para Zeir anpin, o Espírito Santo um código para a Shekiná e para malchut e ECHAD é o Nome das seis sefirot quando unidas através da recitação do Qiriat Shem Ayin e na Shabat, e amigo, QABALAH é a alma da Torah, e não existe sem o corpo que é a Torah, e portando, qualquer um que estude QABALAH já está automáticamente estudando a praticando Torah. Saudações

  3. Dalva Lima diz:

    Shalom! Eu gostaria de saber se Jesus é D’us. Se podemos lhe prestar culto. Se é o messias de Israel e se devemos orar ao Pai em nome dele. Grata.

  4. JOAO AVRAHAM diz:

    ”Aqueles que fecham os olhos para injustiça realmente perpetuam a injustiça. Se você é neutro em situações de injustiça, você escolheu o lado do opressor”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imagem CAPTCHA

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>