MASSACRE E MATANÇA

“Mostre-me o seu amor. Mostre-me que você se importa. Vá  para a cozinha. Pegue a faca da carne. Corte o pescoço do seu filho.”

Não, isso não é mais uma sequência do filme de terror chamado “Pânico”. De fato isso é o que Deus, nosso CRIADOR pediu que o Grande Patriarca Abraão fizesse com o seu tão amado filho Isaac nessa passagem da leitura da Torá. Deus disse para Abraão matar o seu filho Isaac, que o sacrificasse como uma demonstração do compromisso que Abraão tinha com o Mestre do Universo.

Hum… Mas o que aconteceu com o mandamento de Deus: “Não matarás”?

Como nós – pessoas lógicas, racionais e pensantes – poderíamos conciliar a ordem Divina para matar Isaac com seu preceito “Não matarás”? O fato é que nós não conciliamos. Isso não pode ser efeito. Tal contradição não faz o menor sentido. Não em um nível superficial. Mas não há motivos para nos exaltarmos com esse dilema. Os antigos sábios kabalistas tornaram claro esse evento que parece um quebra-cabeça. Eles revelaram uma profunda mensagem, um segredo que irá ajudar você a conhecer profundamente sua própria natureza e por sua vez encontrar as chaves para a felicidade verdadeira e a sanidade nesse mundo infeliz e insano. Sem os insights dos da Kabbalah não pode haver nenhum benefício prático a ser conquistado pelos leitores dessa passagem bíblica.

O que pode explicar por que 95% do mundo não leem mais a bíblia nos dias de hoje.

DECODIFICANDO A AMARRAÇÃO DE ISAAC

Na história bíblica tradicional, Abraão segue as ordens de Deus. Abraão amarra Isaac num altar no meio da floresta. Na hora em que ele está pronto para passar a faca no pescoço do seu filho, um anjo entra em cena com uma mensagem urgente. “Não faça isso. Isso foi só um teste de Deus.”

UFA! Essa foi por pouco.

Mas por que um Deus tão amoroso e bondoso, cheio de misericórdia iria fazer uma pessoa passar por um teste tão  agonizante como esse somente para que a pessoa demonstrasse sua lealdade, amor e obediência?

Vamos agora olhar para a versão dos kabalistas sobre essa história :

1, 2, 3, PARE!

O mundo é composto por três forças primárias de acordo com a Kabbalah :

  1. Uma força positiva (+)
  2. Uma força negativa (-)
  3. Uma força neutra (0)

Essas três forças expressam-se espiritualmente e fisicamente.

Fisicamente elas são:

  1. O Próton
  2. O Eléctron
  3. O Nêutron

Espiritualmente elas são:

  1. O desejo da alma de compartilhar (positivo)
  2. O desejo do ego de receber (negativo)
  3. O livre arbítrio de escolher um dos dois. (transformação)

Essas três forças são o que distingue o homem do animal. Um animal predador numa calorosa perseguição a um filhote de veado não irá parar de repente a sua trajetória para considerar as implicações morais de matar a pobre criatura tão indefesa. Quando chega a hora do jantar é a hora do jantar. Essa opção de “Parar” quando se trata de ferir um ser humano, emocionalmente, ou fisicamente é chamada de “Livre Arbítrio”, e é uma característica exclusiva da raça humana.

O livro sagrado do ZOHAR diz que estas três forças espirituais são o significado secreto por trás de Abraão, seu filho Isaac e o filho de Isaac, Jacob. Abraão, Isaac e Jacob são os três grandes patriarcas da bíblia. Eles são a fonte da qual essa três forças emergem para a consciência humana nesse mundo.

Isso soa um pouco esotérico demais? OK, aqui está a explicação em uma linguagem mais simples:

  • O Abraão é a força positiva de compartilhar – a sua alma. O seu verdadeiro EU.
  • O Isaac significa a força negativa do receber – o seu ego. Não é você.
  • O Jacó significa a força neutra do equilíbrio – o seu “Livre Arbítrio” para encontrar o seu EU verdadeiro através de não escutar aquele que não é você, que é o seu ego.

Vamos agora reexaminar a história e desvendar os segredos que estão guardados lá dentro.

O CÓDIGO

Deus mandou Abraão amarrar e matar Issac em sacrifício no altar.

O VERDADEIRO SIGNIFICADO OCULTO

O homem (que significa você) deve constantemente utilizar o poder da sua alma (Abraão) para amarrar seu ego ( a amarração de Isaac) e eliminar todo o seu egoísmo e seus traços autodestrutivos de sua natureza ( a execução da morte de Isaac). Isso envolve abrir mão (o sacrifício) dos prazeres materiais de curta duração, em vez dos prazeres eternos espirituais.

O que podemos listar como traços egoístas?

Ciúmes.

Inveja.

Raiva.

Medo.

Vaidade.

Intolerância.

Arrogância.

Necessidade de ser melhor que seus amigos.

Compulsão em impressionar os outros.

A necessidade de falar mal dos outros.

Vamos agora decifrar outro conceito:

O CÓDIGO

O anjo veio e impediu Abraão ao estar prestes a perder o seu amado filho.

O VERDADEIRO SIGNIFICADO OCULTO

Nós precisamos estar preparados e desejosos de abrir mão dos nossos prazeres materiais momentâneos e de curta duração em troca do preenchimento e satisfação duradoura dos verdadeiros tesouros espirituais. Isso então significa não ter mais carros, aparelhos de som, casas, roupas, telefones celulares, computadores, iPads e Blackberries?

Não.

Assim como Abraão não teve que completar a ação de matar Isaac, nós não precisamos nos separar do mundo físico.

Preste bastante atenção a esse raciocínio:

Se os itens listados acima, que são tão desejados pelo ego, nos fazem felizes, então estamos escravizados por eles. Nós precisamos amarrar e nos livrar desses desejos e estar dispostos a abrir mão deles. Isso significa que nós não seremos  mais subjugados ao controle deles. Eles não mais irão ditar os termos da nossa felicidade. Uma vez que esse aspecto do nosso vício por coisas materiais desaparecer, o anjo virá e irá dizer: OK, Pode ficar com o carro. Pode ficar com a casa. Pode ficar com as roupas. Pode ficar com as 5 TVs enormes – bem, talvez não com todas as 5. Uma vez que apreciamos a verdadeira liberdade espiritual e o prazer dos:

  • Nossos filhos
  • Nossa esposa
  • Nossos amigos
  • Nossas montanhas
  • Nossos rios
  • Nossas flores
  • Nossos vizinhos
  • As flores dos nossos vizinhos…

… Então poderemos ter  tudo. A única coisa que vamos ter que abrir mão no mundo físico será dos excessos. Ninguém realmente precisa de 150 pares de sapatos. Ou 3 BMW’s. Se todos esses excessos são o que nos faz felizes por um instante apenas, então existe algo faltando lá dentro de nós. Entretanto, quando injetarmos um pouco de LUZ espiritual em nossas vidas, de repente uma sensação de contentamento e muita alegria e apreciação pelos verdadeiros tesouros da vida surgirão.

Nossa felicidade é criada a partir do nosso interior. Quanto mais traços negativos nós matarmos de nosso aspecto, mais abertos nos tornaremos para receber a LUZ permanente de satisfação.

COMO TER TUDO

Um kabalista quer tudo. Portanto, não se engane. A Kabbalah nunca nos pediu para trocar nada por menos na vida. Quando abrimos mão do nosso ego – e das gratificações imediatas – nós podemos a princípio sentir que estamos abrindo mão de algo. Bobagem. Você está trocando um hambúrguer por filé mignon. De fato, esse exemplo foi leve demais. Nós estamos trocando bucho de boi por filé mignon. Nós estamos trocando por coisas bem melhores. Sempre. Se não fosse assim, quem precisaria da sabedoria da Kabbalah?

Você está recebendo algo que o tornará muito mais feliz do que você jamais imaginou ou sonhou ser possível. Cada vez que nos deixamos levar pelos desejos do ego, nós jogamos fora um tesouro espiritual verdadeiro, ou seja, todas as coisas que o dinheiro não pode comprar, como saúde, filhos felizes, paz interior, libertação da ansiedade, prosperidade verdadeira, amigos verdadeiros, libertação do medo, autoestima e um profundo senso de sentir-se seguro, verdadeiros amigos ao invés de companheiros de balada.

Cada vez que resistimos ou negamos nosso ego, nós recebemos de volta um tesouro espiritual que não tem preço.

Entretanto, por causa do “Livre Arbítrio”, captar essa verdade tão profunda e vivê-la é “mais fácil falar do que fazer”. O ego foi feito para ser uma voz dominante dentro da sua cabeça. E os prazeres que preenchem nosso ego são mais poderosos e tentadores e são uma força ultra sedutora. Mas é um prazer que não perdura. Nunca. Sempre acaba. E deixa um buraco negro e um espaço onde o caos pode se instalar.

Portanto vamos ficar espertos.

Pare de obter prazer de forma imediata.

Pare de se contentar com pouco.

Ao invés disso, torne-se um grande investidor nesse jogo chamado “Vida” e comece a adquirir bens espirituais.

“MASSACRE” suas tendências egocêntricas e liberte  sua alma.

Minha sugestão é que você comece esta transformação (ou acelere e aprofunde-a se você já está no caminho da Kabbalah) através de (re)começar o curso de Kabbalah 1 num Kabbalah Center perto de você. Escaneie ou estude o Zohar todas as noites. Leia o livro O Poder da Kabbalah. Compartilhe. Depois compartilhe mais ainda.

E desfrute daqueles momentos onde você está pronto para desistir do caminho – por conta do que quer que seja. O ego irá sempre dar desculpas brilhantes e inteligentes, justificativas e razões para desistir.

Se você quiser tudo, você terá que resistir a tudo – todas as armadilhas e enganações do ego humano.

A leitura da Torá que fala que a Amarração de Isaac irá preenchê-lo com poder, força e desejo para amarrar e sacrificar o ego de uma vez por todas. Este ano podemos alcançar tudo.  Este ano iremos alcançar tudo.

Nós amarramos o nosso ego para sempre. E então o ego desistirá.

Antes da leitura da Torá de Vayera, separe um momento para identificar quantos dos seus traços egoístas mais te envergonham. Então permita que a LUZ da leitura da Torá faça o resto.

Webinar Gratuito com Billy Phillips

Jesus donkey free webinar por

Em um webinar gratuito, Billy compartilha algumas ideias e insights poderosos sobre o motivo pelo qual os ensinamentos secretos de Jesus estão surgindo neste momento da história. Billy também compartilha a resposta revelada pelos Kabalistas, incluindo uma seção censurada do Zohar que foi deletada na Idade Média.

Não enviamos nenhum SPAM. Você pode se desinscrever a qualquer momento. Powered by ConvertKit

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

You may also like...

5 Responses

  1. Leila Flores diz:

    Incrível como esse texto surpreende pela maneira como aborda a temática e a forma didática que nos leva a um entendimento claro e nos faz repensar como estamos conduzindo nossas relações! Obrigada pelos textos sempre esclarecedores! Um abraço à todos, Leila Flores

  2. Leila Angelo diz:

    Muito interessante, não conseguia entender esta passagem biblica desta forma. Obrigada.

  3. Helder Lagrosse diz:

    Diferente do conceito convencional, a cabalá permite que o homem perceba ou compreenda as forças espirituais apenas de acordo com o nível de correção interna do homem.
    Finalmente hoje posso ter esperança da verdadeira sabedoria.
    Muito obrigado

  4. ana penteado diz:

    Como a Kabbalah explica o Holocausto? Sou aluna nova da Kabbalah e fui questionada sobre isso….obrigada

  5. andrea coelho diz:

    Muito obrigada, maravilhoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*