Voando por conta própria

O Kabbalah Centre nos introduz à realidade dos 99% e à Luz do Criador. Essa é a principal função dessa rede global de aprendizado e sabedoria. Esta introdução é geralmente uma experiência incrível, poderosa, que modifica a mente e muitas vezes é milagrosa. Acho que todo mundo sentiu o gosto e os sinais de milagres quando foram inicialmente introduzidos à Kabbalah.

Esta “introdução” pode durar um mês, um ano, por vezes se estende por alguns anos. Porém, mais cedo ou mais tarde, a mãe-pássaro – o Kabbalah Centre – deve forçar seu passarinho a deixar o ninho e voar por conta própria. Em outras palavras, manter a nossa conexão, manter a nossa conexão a esta fonte de energia e poder, é de responsabilidade exclusiva do indivíduo.

Você. Eu. Todos nós.

E a maneira como nós continuamos “voando” depois de deixar o “ninho” é removendo o peso morto que nos impede de subir alto – o ego.

Nós todos devemos abandonar nossos apegos emocionais às coisas que encontramos neste mundo. Quando estamos muito ligados emocionalmente a qualquer coisa, nós perdemos o controle. Agora o mundo externo está nos controlando, ao invés do contrário.

Vamos examinar mais profundamente essa idéia.

Esse fenômeno de apego emocional geralmente acontece quando voluntariamos em projetos do Kabbalah Centre. Estamos tão ligados a um projeto, ao nosso esforço, a nossa contribuição e opiniões, que o nosso ego fica inflado! Não de uma forma óbvia, mas sim de uma forma sutil, e assim ficamos cegos também. Nos enganamos porque dizemos a nós mesmos: “Eu estou fazendo isso para a Luz”

Bem, adivinhem?

Os projetos não são do que o Centro se trata. Os projetos e o voluntariar são apenas uma coisa: dar-nos a oportunidade de escapar das influências do nosso adversário interno, reatividade, auto-interesse e sentimento de merecer. Os projetos são apenas um meio para um fim.

O projeto não é o objetivo. O objetivo é aprender a abrir mão. De tudo!

Agora preste atenção a este seguinte ponto: Depois de abrirmos mão, aí então os projetos e o trabalho que fazemos se manifestará como um RESULTADO direto e EFEITO de nossas transformações internas. Entende?

Nós normalmente entendemos o contrário. Nós pensamos que se trata dos projetos nos quais voluntariamos. E que quanto mais voluntariarmos, mais Luz nós espalhamos.

Errado.

Primeiro vem a transformação interna e dolorosa. Esse é o nível de consciência e os 99%.

Em seguida, na medida direta, vem a expressão física de 1% do nosso trabalho interno e, assim, expandimos as aulas, distribuímos mais Zohars e atraimos mais pessoas no mundo. A transformação humana é o que alimenta a expansão da Kabbalah. O crescimento interior e a dor dos indivíduos é o motor que impulsiona mais Zohars para o mundo.

Quaisquer Zohars que estão lá fora no mundo hoje são um resultado direto da dor, da transformação e do trabalho dos Kabalistas, dos professores e dos estudantes de história que realmente abraçaram a dor que acompanha a transformação genuína e o crescimento.

É uma mudança de paradigma poderosa, sutil, simples, mas NÃO FÁCIL que precisamos fazer.

No fim, depois de trabalhar e aprender a crescer neste caminho da Kabbalah, se nós realmente aprendermos a voar por conta própria, chegaremos a perceber que a questão é entre nós e a Luz.

O Centro está lá apenas para a introdução.

Se realmente entendermos isso, e realmente dominarmos a arte de manter a nossa conexão própria com a Luz, automaticamente vamos nos permanecer fiéis, unidos, dedicados e profundamente conectados em um nível físico e de alma aos nossos professores e ao Kabbalah Centre por toda a vida.

Esse é o critério para medir o seu sucesso e a veracidade de sua conexão com a Luz dos 99%.

Se alguma das situações acima não estão acontecendo, isso significa que você ainda não está voando solo. Ou o Satan – o adversário – está lhe dando um sopro temporário sob suas asas, ou você está temporariamente recebendo a cortesia da corrente criada por seus professores e amigos, e cedo ou tarde,  esse vento sob suas velas, o sistema de pressão que te ajuda a levantar voo, desaparecerá.

E depois quebramos a cara. Temos um colapso. Um festival de dúvidas ocorre em nossa cabeça.

Temos de aprender a voar por conta própria. A única maneira de realmente manter uma conexão permanente com a Luz, depois de termos essa incrível  introdução, é através da contínua erradicação do nosso ego pouco a pouco, camada por camada, conquistando as dúvidas.

Quando o ego está realmente sendo descascado, saberemos, não acharemos, mas saberemos e sentiremos um vínculo inquebrantável e profundo amor pelo lugar que fez esta introdução possível – o Kabbalah Centre.

Nós não vamos mais estar à procura de reconhecimento. Na verdade, este é um nível bem baixo de Luz.

Não sentiremos mais a necessidade de atenção constante dos nossos professores.

Não vamos mais esperar nada em troca e nós vamos perder todo o sentimento de merecimento e somente sentir apreciação.

Saberemos que a verdadeira grandeza é determinada pela quantidade de dúvidas que você supera e quanto ego você abre mão.

E quando você chegar a esse ponto, você sabe o que vai acontecer na manhã seguinte?

Você vai almejar a atenção de seu professor e querer reconhecimento de novo.

Por quê?

Porque a Luz do Criador estará tão impressionada com a sua grandeza e coragem que irá  enviar o Satan para o ringue com você novamente para que você possa vencê-lo novamente, e assim impulsionar a sua vida e este mundo para um outro nível de Luz, bênçãos e alegria.

E logo quando um número suficiente de nós conseguir esse tipo de grandeza, o trabalho do Satan chegará ao fim.

As dúvidas cessarão, o ego desaparecerá e a existência imortal e os nossos sonhos mais profundos tomarão vida diante dos nossos olhos.

Acredite.

Está acontecendo.

Billy Phillips

 

Junte-se à nossa lista de emails

Cadastre seu email para receber atualizações e informações sobre o curso

"Jesus & Kabbalah"
por Billy Phillips

Powered by ConvertKit

Billy Phillips

Billy Phillips é aluno do Rav e da Karen Berg desde 1989. As opiniões expressadas aqui têm como base seu próprio aprendizado e 22 anos estudando a sabedoria da Kabbalah. Apesar de ser aluno do Kabbalah Centre, as visões e artigos que apresenta aqui se relacionam com sua experiência e refletem sua visão pessoal e não são uma representação oficial do Kabbalah Centre e de seus ensinamentos.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*